PET B HOME - TRANSPORTADORA PARA OS GATOS, MAIS DO QUE UM ACESSÓRIO
TRANSPORTADORA PARA OS GATOS, MAIS DO QUE UM ACESSÓRIO
Para muitos tutores, a transportadora tem uma conotação de castigo. Saiba qual a importância deste acessório, na vida do seu pequeno felino.

Sabemos que o número de animais de compannhia está a aumentar dentro das nossas casas e assim os cuidados a ter com eles. As idas ao veterinário aumentam, queremos que passem as férias connosco e para isso é preciso ter alguns conhecimentos e acessórios básicos.

É aconselhado que sempre que viajar com o seu gato, no carro, no avião, de comboio ou utilizando qualquer outro meio de transporte, é necessário que o faça da maneira mais segura possível.

Existem diversos modelos de transportadoras para todos os tipos de gatinhos assim como escolhas individuais dos tutores.
Neste caso a transportadora deve ser suficientemente ampla para que o gato possa permanecer levantado, dar a volta e sentar-se; mas quando utilizada em viagens ou deslocações , embora a sua largura deva facilitar a sua comodidade durante as horas que dura a viagem – não deve permitir que este se mova bruscamente.

A transportadora é, sobretudo, um elemento que nos vai aportar alguma segurança. Tem muitos benefícios, já que podemos convertê-la num local privado onde o nosso gato pode relaxar e se sentir seguro, mas para isso devemos ter em consideração algumas indicações importantes:
- O animal deve associar sempre a transportadora a algo positivo.
- Devemos antes das viagens ou idas ao veterinário tentar transformar a transportadora com um local preferido do nosso patudo em casa. Para isso colocar inicialmente comida, mantas confortáveis, brinquedos, e produtos muitas vezes aconselhados por veterinários como sprays de hormonas que tornam aquele local como confortável e seguro;
- Por exemplo, as primeiras deslocações de carro na transportadora devem ser em passeio e deslocações muito curtas e não para ir ao veterinário.
- As primeiras deslocações não devem exceder os 30 minutos, aumentando gradualmente o tempo de viagem até às deslocações efectivamente maiores.
- Nunca devemos forçar o animal a entrar na transportadora pois é fundamental que não a relacione com uma experiência desagradável.
- O gato nunca deve ver a transportadora como uma jaula, nem como um lugar onde é fechado quando se porta mal.
- Para que esteja ainda mais confortável independentemente de onde o levemos, podemos cobrir a caixa de transporte com uma toalha, deste modo vai sentir mais o cheiro da casa e ficará muito mais tranquilo e seguro.
Se a viagem for de carro e um pouco mais longa, ele vai precisar de água e ração, certo? Para isso, existem muitos bebedouros e comedouros portáteis e dobráveis, que são fáceis de transportar e garantem que a comida ou água seja transportada e oferecida num local seguro o mais fresca possível.
Podemos concluir que uma transportadora é algo essêncial para quem tem um gato, não é apenas um meio de transporte, requer alguma paciência e dedicação de modo a que o nosso patudo considere a transportadora não só um veículo para o movimentarmos mas sim um sitio seguro e confortável que tenha prazer em estar.

Artigo escrito por Nadine Viegas, médica veterinária.
PET B HOME | 2020-07-03
VOLTAR