PET B HOME - NOVE DICAS PARA COMBATER O CALOR
NOVE DICAS PARA COMBATER O CALOR
É muito importante tomar algumas precauções, para garantir que o cão está sempre fresco e não corre o risco de insolação ou golpe de calor forte. A pensar nisso, reunimos 9 dicas que o vão ajudar a aliviar o calor do seu animal nos dias mais quentes!

As temperaturas altas estão aí. É nesta altura do ano que os incidentes por insolação ou golpe de calor são mais comuns. O golpe de calor e as queimaduras, são as causas mais comuns nos animais de companhia no Verão. A temperatura do corpo sobe acima dos 40ºC e o animal absorve mais calor do que aquele que consegue libertar, e isso pode conduzir a uma falha geral dos órgãos vitais.

É muito importante tomar algumas precauções, para garantir que o cão está sempre fresco e não corre o risco de insolação ou golpe de calor forte. A pensar nisso, reunimos 9 dicas que o vão ajudar a aliviar o calor do seu animal nos dias mais quentes!

1. ÁGUA FRESCA

Água no verão é sempre obrigatória! Se for sair, mesmo que por pouco tempo, leve consigo uma garrafa e um recipiente para o cão beber água. Há diversos tipos de bebedouros caninos portáteis, criados para situações assim.

2. OS PASSEIOS

Evite passear entre as 12h e as 16h. Procure sempre dar passeios quando a temperatura estiver mais baixa e em caso de se fazer sentir calor, opte por fazer passeios curtos. Nunca se esqueça que a temperatura do solo, especialmente no alcatrão, é muito elevada nos dias mais quentes. Experimente colocar a palma da sua mão no chão. Se sentir queimar a sua pele, pois é exatamente o mesmo que o cão sente nas suas almofadas plantares.

3. A PRAIA

As idas à praia com o seu cão nem sempre são sinal de momentos bem passados. Seja cauteloso com a temperatura da areia e procure sempre um local com sombra. Mantenha também alguma vigilância em relação à ingestão de areia e água salgada, isto pode originar vomitos e diarreias.

4. TOSQUIAS E MAIS BANHOS

Opte por dar banhos de água fresca com mais regularidade. Se existe altura do ano apropriada para fazer a tosquia do seu cão, pois é esta. Os cães de pêlo mais longo ou cor escura são mais susceptíveis de ter problemas com as temperaturas altas, pois absorvem mais calor.

5. ATENÇÃO À ALIMENTAÇÃO

No verão é comum ocorrer mais desidratação. Tente oferecer ao seu cão comidas húmidas ou semi-húmidas, principalmente se o cão beber pouca água. É importante que o cão aprecie a alimentação e ao mesmo tempo se mantenha hidratado.

6. CARACTERÍSTICAS DAS RAÇAS

Raças com o focinho achatado, como o bulldog francês, bulldog inglês e os gatos persas, sofrem de problemas respiratórios, ou seja, a Síndrome do braquicefálico. Estas características obrigam a um cuidado redobrado. Em dias de temperatura muito elevada, mantenha-os em locais frescos, não saia com eles à rua, coloque toalhas humedecidas em cima deles para baixar a temperatura corporal.

7. O CARRO

Nunca é uma opção deixar o seu cão dentro do carro! Com 21ºC no exterior , ao final de uma hora, o interior do automóvel pode atingir os 82ºC. Deixar as janelas abertas não resolve o problema.

8. A IDADE

Os animais jovens (até aos 12 meses) e os geriátricos ( com mais de oito anos). Além de todas as recomendações, mantenha-se mais vigilante se o seu cão ou gato estiver nestas idades.

9. O PESO

Animais com mais peso, ou obesos, sofrem mais com as temperaturas altas, pois têm uma camada de lípidos que os isola do exterior e provoca mais calor. Manter o peso ideal do cão é a melhor forma de prevenir esta situação.

Aproveite o melhor que o verão tem para lhe dar a si e ao seu animal de companhia, seguindo estas dicas. Se surgir qualquer complicação decorrente do calor, procure de imediato ajuda do seu médico veterinário. Ele vai ajudá-lo a evitar males maiores.

PET B HOME | 2021-08-27
VOLTAR